Passar para o Conteúdo Principal Top

Homepage

Biblioteca_1

XXIV Feira do Livro de Ponte de Lima já abriu, e até ao dia 21 de julho são esperados milhares de visitantes

Feira livro ponte de lima banner 1 1024 800
19 Julho 2019

Durante a tarde de ontem, de livro em mão, o Executivo Municipal percorreu esta enorme montra de literatura. Foi durante a abertura oficial que Victor Mendes, Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima afirmou que “esta é seguramente uma das feiras mais antigas (…) do Concelho.” Nas palavras do autarca, “estamos quase a chegar às bodas de prata, esta é a 24ª edição. Temos que ir a adaptando ao que é a realidade dos nossos dias, agora num espaço diferente, mas seguramente muito atrativo.”

Desde as revisitações de clássicos, às contemporâneas “estreias absolutas”, esta edição está marcada por diversas novidades com especial destaque para as atividades dedicadas às crianças, como revelou Victor Mendes. “Os nossos públicos-alvos preferenciais são as crianças e os jovens, (…) para lhes procurar incutir o gosto pela escrita e o gosto pela leitura, mas obviamente que esta é uma feira transversal a todos os nossos concidadãos, a todos os limianos, e a todos os que nos visitam”.

A oferta diversificada e acessível, patente à Feira do Livro é, segundo Victor Mendes, “uma forma de promover os nossos autores limianos, nomeadamente a Associação de Escritores e Produtores Culturais de Ponte de Lima que foi constituída há alguns anos, e que tem procurado em conjunto com o Município de Ponte de Lima promover autores locais”.

“Temos também a oportunidade de ter um conjunto de publicações de âmbito municipal e de âmbito regional. Estarão aqui as últimas novidades no que aos livros diz respeito, com uma participação muito grande dos nossos serviços educativos”, acrescentou.

Com uma série de propostas que equilibram as forças entre o livro de papel e as ferramentas digitais, a “Feira tem sido ao longo dos anos uma alavanca muito grande para que hoje possa haver mais gente a escrever, mais gente a ler, em língua portuguesa, mas também em outras línguas estrangeiras”, garantiu o autarca, ressalvando a importância deste “aspeto ligado à linguística” que “faz parte de um projeto muito importante do Município de Ponte de Lima, no combate ao insucesso escolar, nomeadamente em áreas específicas ligadas à escrita e às línguas”, tendo, em suma, enorme “importância da cultura no desenvolvimento de um território”.

A XXIV Feira do Livro de Ponte de Lima continua com maratonas de contos, conversas com autores, encontros de escritores, insufláveis, tertúlias, ateliers, espetáculos de ballet, concertos literários, e diversas outras atividades lúdicas, até ao próximo domingo.

O evento deve a sua organização ao Município de Ponte de Lima, estando a cargo da Biblioteca Municipal, em parceria com a livraria União, a Universidade Aberta, a Universidade Fernando Pessoa, o Centro de Estudos Regionais (CER), o Centro de Informação Europe Direct do Minho (CIED Minho), a Associação Limiana dos Amigos dos Animais de Rua (ALAAR) e a Associação de Escritores, Jornalistas e Produtores Culturais de Ponte de Lima (AEJPCPL).

Consulte:

Programa

image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title